Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos



A vida faz e acontece
 
A vida vai e desliza corrente
Caminha na razão mais ampla de um todo
 Pela solidão que se lança em células
Nas curvas estéticas das horas arcaicas
 Para na leveza transcoar o tempo
Na distância vai e descola um sonho
Deixando a ânsia clara no vazio mundo
 Na página reduzida em pouco espaço
Abstrata é a vida que perpassa em tempo
Na face obscura dos que fazem o mundo
Quando roubam a consciência de quem vive
 Na prática rude de um lago escuro
Sagrada é a lágrima que escorre e chora
No vago espaço sem o sal que reza
Na sombra que não fornece as cores
O tempo cala a esperança bela da tarde
Inerente ao silêncio realista dos passantes
Sensível e resignado como uma oração
 Pelo canto sofisticado da convivência social
Entre o indivíduo e o reflexo que restou
E gesta uma luz no formato claro da água
Que brilha em forma de vida e segue



Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 
 


 
 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 04/08/2019
Alterado em 07/08/2019


Comentários