Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


Aprenda com o silêncio
 
Aprenda com o silêncio o desejo limpo
De expressar os sonhos em pétalas azuis
Na esperança branca dos olhos do mundo
Onde as pedras são partidas em vértebras
Cercada por uma emoção mística
 
Parece clara a luz temperada que passa
E na vida embala o canto do vento
Deixando uma nesga desnuda no tempo
Para facilitar o diálogo com a solidão
Na branda ternura que segue em vão
 
Através das imagens de um tempo passado
Para vibrar com as intenções da vida
Num murmúrio do beijo que revela
O encanto do dia que vibra no eco
Lá no céu avermelhado do horizonte
 
Uma voz ecoa num instante lúdico
Onde o mistério surge na sombra desfeita
Deixando a tarde deitar num belo suspiro
Revelando no espelho uma imagem solícita
Onde uma porta se abre e afaga o silêncio





Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons
Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 
 

 



 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 25/08/2019
Alterado em 27/08/2019


Comentários