Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos



Passo pela noite
 
Caminho em meio ao tempo
A rotina dorme na fantasia
Que aquieta a escuridão
Na plenitude da luz lunar
 
E assim são outras tantas noites
Vejo quase tudo embaçado pelo claro
O silêncio passa no encanto da vida
Molhando as flores em cores suaves
 
A natureza brilha e fecha a escuridão
E espalha alguns raios de sol
Que segue pelas veredas da alvorada
Brilhando na tranquilidade dos jardins
 
O dia segue meio devagar
Parece que está quase parando
Como se fossem dias iguais
Na manhã de solitária avenida
 
Que perpassa na contramão
Da minha vontade explícita
E segue roçando na angústia
De um dia quase nulo
 
 
 Esta obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 
 
 
 
 
 

 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 08/09/2019
Alterado em 08/09/2019


Comentários