Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

A indiferença do mundo
A indiferença do mundo

A indiferença do mundo apagar a dor
Deixando nula a solidão que passa
E dorme na pausa da noite fria
Entre as notas musicais do vento
O meu verso rouqueja em curvas
Que no  sereno molha a esperança
E marca a pedra que pulsa nua
Que resolve na noite aquitar a solidão
Do  dia  sem vida dilatado em listras
A indiferença do mundo apaga a luz
Qnde vibra na doçura da imagem
Que escorre na perdição do descaso
Deixando sombreada a  escuridão
Que penetra profundo na fragância
Pelas  ruas desoladas em caminho
Que envolve um  rosto disperso e isolado
Rasgando a carênciaia em meio ao vento





  

  
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 22/11/2019
Alterado em 22/11/2019


Comentários