Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
CapaCapa
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos



O tempo celebra
 
O tempo escoa no silêncio crescente
Sensível e santificado como uma oração
Construído no canto risonho da noite
Na fragrância em busca de abrigo
Para sonhar com sua lembrança
 
O tempo dinamiza a angústia em pauta
Na tempestade secreta das paredes pálidas
Relata o sentimento como ofertório
Desenhando o formato da emoção
Adequando o espaço ao perfume da vida
 
O tempo cai no degrau que deita o sol
Fazendo prosperar em flores tímidas
Partindo em células o grão da vida
Na noção da realidade que perpassa
E caminha paralelo ao instinto
 
O tempo desfia em versos os sentidos escritos
Colando os fragmentos em várias partes
Perpetuando o abismo no vazio nu
Na claridade que estabelece a voz
Seguindo um atalho poético
 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. 
 

 
 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 09/07/2019
Alterado em 17/07/2019


Comentários