Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Preciso das palavras

Palavras sempre acontecem
Numa página em branco
Gosto do que me diz
São palavras e frases
Tudo parece mais complicado
O poema tem fragmentos
Como uma necessidade intrínseca
Que surge no sentido 
Deixando uma nesga no tempo
Para facilitar o diálogo com a solidão
Na divina canção das palavras
Aprenda com o silêncio a ter harmonia
Para vibrar no encanto do dia
No murmúrio do beijo que revela
O encanto do dia que vibra no eco
Aprenda com o silêncio a divina canção
Onde o mistério surge na sombra nua
Deixando a tarde rolar num suspiro
Revelando no espelho uma imagem solícita
Onde a porta se abre e afagam palavras
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 30/04/2021
Alterado em 30/04/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários