Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
O silêncio dos meus dias

Ando no caminho
Do que me impõe
Pois a vida chega e acontece
Num silenciar seletivo
Nada acontece em vão
Entendo até a estupidez do dia
Que está sob a luz do sereno
Vejo que você chegou
O passado anda atrás de nós
Como os detetives
Você fala palavras inúteis
Que se apagam com outras palavras
Não do mesmo tamanho
Queria ter uma chance
Para penetrar no seu corpo
Você não acontece mais
O meu silêncio revela
A sua indiferença
Do seu amor não feito
A vida segue um destino
Para acolher no silêncio
As palavras soltas ao vento




 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 23/05/2021
Alterado em 23/05/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários