Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Dentro de mim

Caminho sem rumo
Pois tudo parece absurdo
Me perco no vazio
Da alma que me segue
No canto do meu jardim
Ouço a sua voz suave
E dentro de tudo penso
Preciso muito lhe encontrar
A luz acontece e escurece
Na lágrima do meu tempo
Que transporta no absurdo
A arte do meu viver
Converso sozinha comigo
Para passar o tempo
Da minha angústia
E toda a minha solidão
Que me abafa
Num recanto de vida
Agredindo o meu silêncio
No íntimo formal do meu viver
 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 25/05/2021
Alterado em 26/05/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários