Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Gosto do silêncio

No silêncio vejo um desejo limpo
Num sonho em pétalas de luz
Na esperança branca dos olhos do mundo
Onde as pedras são partidas com esperanças

Gosto do silêncio para olhar a colina
Que a vida embala no canto da noite
Deixando uma nesga desnuda no tempo
Para facilitar meu diálogo com a solidão

O tempo traz a harmonia em versos
E vibra com as intenções da vida
No murmúrio do beijo que revela
O encanto dos dias meus

Aprenda com o silêncio a divina canção
Onde o mistério surge na sombra nua
Deixando aquela tarde rolar num dia suspeito
Revelando no espelho um dia cortado
Onde a porta se abre e afaga o meu silêncio




 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 23/06/2021
Alterado em 23/06/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários