Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos
Pouco tempo

Tenho pouco tempo próximo
Depois do outro lado tudo muda
E de lá vem o regresso
Que dorme na noite silenciosa

De um tempo que flutua
Nos desejos postos em sonhos
O sorriso doce se espalha no tempo
Imerso na natureza adormecida

É lá que relaxa o céu cinzento
Despido de todo o capricho
E protege o que há de belo
Na suave atração que perpassa

Indefinível aquele dia
Que desperta pouco tempo
Lembrando apenas a alegria
Que apaga o que passou
Em meio a todo tempo pouco

 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 02/08/2021
Comentários