Gernaide Cezar
Palavras Plásticas
Capa Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato
Textos

Vejo um tempo ameno que deixa 
A alma livre para pensar
Na mensagem rígida do anoitecer
Que transfere na treva o alarme
Do clamor de um sonho inédito

Que transfere na treva o alarme
Num olhar de um vôo sem lógica
Que atinge um desenho admirável
Transçado pelo desejo maior
Que repele a sombra do tempo

No gozo sagrado da pele
Que reconhece a fortaleza
Da chuva atirada  ao vento
Que num arquivo íntimo e generoso
Forma um pulsar fugaz

Pela imagem bela que desliza
No prazer que faz o encanto
Da alma que transcende
E segue no vento que perpassa...










 
Gernaide Cezar
Enviado por Gernaide Cezar em 06/09/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários